ConceiçãoDestaqueGeralJustiçaPolicialVale do Piancó

Reviravolta no caso dos policiais condenados pelo Tribunal do Júri da Comarca de Conceição

A Defesa do agente da polícia civil do Estado da Paraíba e vereador da cidade Jardim, Estado do Ceará, o Sr. Francisco Renato Pereira Júnior, ingressou na justiça com um pedido de Anulação do Júri, tendo como argumento a existência de dois grupos de whatsapp criados e administrados por membros do conselho de sentença, o que em tese viola o Princípio da Imparcialidade dos Jurados.

Imagens que foram encaminhadas para a Defesa
OBS: Conversa intensa entre os participantes do grupo durante a realização do júri.

“OS TEMIDOS DO JÚRI 2019”, este é o emblemático nome do grupo de whatsapp do qual faz parte os 25 (vinte e cinco) jurados que compõem o Corpo de Sentença desta Comarca. Ao apresentar seu pedido de anulação do júri, a Defesa argumenta que mencionado grupo fora criado, coincidentemente, no dia 10 de maio de 2019, exatamente um dia após a dissolução do corpo de sentença composto para julgamento do caso, agendado inicialmente para o dia 09 de maio de 2019.

A Defesa tomou conhecimento também da existência de um segundo grupo de whatsapp, chamado de “PONTO-A-PONTO”, composto também por um seleto número de jurados, possuindo em seus quadros não tão somente os vinte e cinco que compõem o número legal do corpo de sentença, mas membros que já figuraram como jurados em épocas passadas, bem como os que encontram-se como eventuais substitutos.

Frente à gravidade dos fatos, foram requeridas ao Poder Judiciário da Comarca de Conceição a tomada das providências cabíveis para a devida apuração do caso.

Por fim, a conclusão lógica para o momento é uma só, uma vez constatado a veracidade dos fatos apresentados, dois grandes prejuízos estarão confirmados. O primeiro para os dois réus que foram submetidos a um júri maculado pelo vício da imparcialidade e injustamente condenados, e o segundo, para o Poder Judiciário da Comarca de Conceição, o qual em um esforço de proporções gigantescas, mesmo frente a algumas adversidades, conseguiu dar continuidade aos trabalhos das plenárias do júri, deslocando todo o aparato do Fórum para a Câmara de Vereadores, já que o seu auditório encontra-se em reforma.

Da redação – Conceição Verdade
redacao@conceiçãoverdade.com.br

Deixe seu comentário

ATENÇÃO: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Portal Conceição Verdade, não refletem a opinião deste Portal de Notícias.

Tags

Artigos relacionados

Fechar