DestaqueJustiça

MPE pede a cassação e Ricardo Coutinho pode ficar inelegível até 2026

O ministro Napoleão Nunes Maia Filho pediu pauta para julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) da chamada AIJE Fiscal, que tem como alvo o governador Ricardo Coutinho.

Ele é acusado de conduta vedada e abuso de poder político por uso da máquina administrativa, com a concessão de isenção de taxas do Detran, créditos tributários de ICMS e renúncia fiscal de créditos tributários do programa Gol de Placa na eleição de 2014.

O Ministério Público Eleitoral deu parecer pela cassação do governador e da vice-governadora Lígia Feliciano.

O julgamento deve ter início em 15 dias e se Ricardo Coutinho for cassado, ficará inelegível até 2026. Além de ficar fora da eleição e prejudicar João Azevedo, RC não vai mais poder chamar o senador Cássio de cassado e nem disputar a prefeitura de João Pessoa em 2020.

Leia aqui o parecer

Da redação – Os Guedes
redacao@conceicaoverdade.com.br

Deixe seu comentário

ATENÇÃO: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Portal Conceição Verdade, não refletem a opinião deste Portal de Notícias.

Tags

Artigos relacionados

Fechar