Artigos / ColunistasDestaqueFidélis Mangueira

MÃES AMADAS, MÃES ABANDONAS

ar-784x400-380752_296360447128549_305248975_nA cada ano, no segundo domingo de maio somos convidados a prestar uma homenagem às nossas queridas mães – É o dia das mães! Mas por que um dia das mães? Porque infelizmente, apesar de todos os dias serem dia das mães, muitas mães são e estão esquecidas, principalmente por seus filhos.

Parece-me que em toda mãe existe um traço divino. Isto mesmo, mães são, mais do que todas as outras criaturas, dádivas de Deus, presentes de Deus para a humanidade. Só se sabe o valor de uma mãe quem já a perdeu ou quem nunca a teve. Mãe é o nosso porto seguro.

Fico aqui me lembrando de minha mãe e de todas as mães. Fico aqui imaginando d quantas vezes minha mãe pensou em mim, ainda no seu vente, imaginando como eu seria, como seria meus olhos, minha pele, meu jeito de ser. Antes que eu nascesse minha mãe já sonhava comigo. Mãe é assim.Fico imaginando quantas noites minha mãe não ficou comigo acordada, me embalando nos seus braços, me acalentando, me amamentando, me acariciando, cuidando de mim, morrendo por mim.Quantas vezes nossas mães prepararam uma boa comida para nos agradar, lavaram nossas roupas, cuidaram de nós quando estávamos doentes. Quantas vezes nossas mães choraram por nós, sofreram por nós.

Dona-Cecilia-IVna-Sa-1024x533Escutei muitas vezes minha mãe me dizendo que preferia mil vezes que todo o sofrimento do mundo viesse para pessoa dela, mas não queria que nada acontecesse a um filho seu. Assim como minha mãe conheço milhares: mães sofredoras, guerreiras, batalhadoras, mães amadas e mães abandonadas.Digo abandonadas porque infelizmente muitos filhos não reconhecem o valor de uma mãe. Quando chega a velhice, quando chega a doença, quando as pernas enfraquecem, muitos filhos simplesmente esquecem tudo o que suas mães fizeram por eles quando eram crianças, adolescentes ou jovens. Alguns para livrarem-se de suas mães, quando elas estão velhinhas, doentes, simplesmente as internam em um abrigo de idosos ou arranjam uma pessoa para cuidar da sua velhice. Mas, mãe mesmo quer e precisa do carinho, do beijo, do cuidado e do carinho dos filhos. A melhor coisa que um filho pode dar a sua mãe é o cuidado, é a retribuição. E tudo que um filho fizer de bom para sua mãe ainda é pouco, pois nada pode se comparar a doação de uma mãe para com os filhos.

Muitos filhos abandonam seus pais e mães, principalmente na velhice e na doença, e esquecem que nunca um pai ou uma mãe, abandonaria seu filho, principalmente na hora da dor e da doença, pois faz parte da essência da mãe, o cuidado, a proteção, a geração da vida. Eu mesmo passei cerca de seis anos da minha vida cuidando de meus pais. Não fiz nada mais, nada menos do que a minha obrigação, e ainda foi muito pouco. Todos dos dias eu fico a pensar: “Meu Deus! Será que eu não poderia ter feito algo mais para proteger e cuidar de meus pais? E peço perdão a Deus pela minha omissão”. Algumas pessoas diziam quando eu estava cuidando de minha mãe, em cima de uma cama: “arranja uma pessoa para cuidar de tua mãe, pois você precisa cuidar da sua vida…”. E eu dizia: “Olha, se fosse eu que estivesse aqui, em cima de uma cama, doente, paralítico, com certeza minha mãe e meu pai estariam, sempre comigo, ao meu lado”. Pai e mãe são assim.

Está na hora dos filhos amarem mais suas mães, seus pais. O tempo de amar a mãe e o pai é hoje. Amanhã pode ser tarde. Somente quando perdemos a nossa mãe e o nosso pai é que sabemos a falta que eles fazem. Porque a mãe e o pai povoam nossa história de felicidade e dá sentido aos nossos projetos.

A voz da nossa mãe nos orienta nos caminhos difíceis da vida, nos acalma nas inquietudes, nos previne dos perigos e afugenta a solidão! O olhar de mãe nos acompanha, mesmo quando estamos longe, e nos informa do erro que fizemos, nos perdoa rebeldia e nos garante proteção!São as mãos das nossas mães que nos sustentam, quando o pavor nos assalta, nos detêm quando a pressa põe em risco a nossa vida e nos impulsionam quando a tentação é parar, é estacionar.

Muitas mães são pobres de riquezas materiais, mas são cheias de dons maravilhosos, que valem mais do que qualquer tonelada de ouro, prata ou diamante.Hoje quero me lembrar das mães que ainda são amadas por seus filhos! Ainda existem filhos que amam e cuidam de suas mães!Quero me lembrar de modo especial das mães esquecidas, das mães que apanham dos seus filhos e até mesmo do esposo. Quero me lembrar das mães que sofrem, porque estão vendo seus filhos morrendo de fome, muitas vezes sem escola, sem saúde, sem roupa, calçado, etc.

Quero me lembrar das mães que sofrem por verem seus filhos mergulhados no mundo das drogas, e não sabem mais o que fazer para salvar seus filhos.

Que Deus abençoe as nossas mães, para que continuem firmes na missão de ser o ventre de Deus no mundo. Obrigado Mães, por tudo que vocês fizeram e fazem por nós, por tudo que vocês são para nós!

Fidélis Mangueira
Psicólogo, formado em filosofia, teologia e Secretário de Ação Social de Conceição-PB

Deixe seu comentário

ATENÇÃO: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Portal Conceição Verdade, não refletem a opinião deste Portal de Notícias.

Tags

Artigos relacionados

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios